Dicas

Principais erros em projetos de piscinas e como fugir deles

Antes mesmo do início do projeto de uma piscina, alguns pontos de atenção devem ser considerados para evitar frustrações e dores de cabeça futuras…

Neste conteúdo você vai saber quais são esses pontos e como lidar com eles para garantir só a parte boa de ter uma piscina

Saiba qual o tipo de piscina é o mais adequado pra você!

Dependendo de alguns fatores como espaço, tamanho, design e valores disponíveis para investimento, você irá definir qual tipo de piscina irá construir. 

Entre os métodos construtivos disponíveis para piscinas, o concreto armado se destaca por oferecer elevada resistência mecânica, durabilidade e baixo custo de manutenção. Outra característica associada a essa tecnologia é a versatilidade, permitindo o desenvolvimento de piscinas em qualquer tamanho e formato, com diferentes tipos de revestimento.

Prepare a construção de acordo com o tipo de piscina escolhido

Uma vez que o tipo de piscina mais indicado é definido, o seguinte passo consiste em atender aos requisitos necessários para a construção. Estes requisitos tendem a mudar de acordo com o modelo escolhido.

A construção de uma piscina de concreto armado ou alvenaria, além da escavação, exige profissionais especializados neste tipo de obra. Uma piscina de fibra de vidro, por sua vez, já está pronta, de modo que será necessário contratar um profissional especializado apenas em sua instalação.

Além dos requisitos para construção, é importante que a pessoa, que deseja construir uma piscina, verifique a qualidade do solo antes de iniciar a obra. Isso ocorre porque alguns tipos de solo, como o de áreas próximas a manguezais, podem encarecer e atrasar a construção.

Dependendo da situação, a implementação de medidas alternativas, como a construção de decks suspensos, pode ser a melhor opção.

A identificação do espaço onde a piscina vai ser colocada é muito importante, pois para fazer a instalação em determinado local, é preciso checar se ela não vai interferir com qualquer ponto de serviço, ou seja, tubos elétricos, gás ou esgoto. Outro ponto a considerar: ela deve ser instalada próxima do ponto de água potável e de águas residuais. Portanto, recomenda-se procurar a ajuda de pessoas de serviços públicos na área.

O barato pode sair caro

Para construção de piscinas, três elementos são fundamentais para garantir o sucesso: materiais adequados, planejamento orçamentário e mão de obra qualificada    

 

Materiais Adequados

 

É muito importante pensar sem pressa como será o projeto de sua piscina. Depois de ter identificado o tipo de piscina que será construída, determine o tamanho e lembre-se que outros “detalhes” estão envolvidos no processo como: o projeto hidráulico, fluxo, o tamanho dos tubos, tipos de filtros e bombas e até o cuidado com os produtos químicos, e outros fatores vão fazer a diferença na limpeza e higienização da sua piscina.

Os materiais utilizados na produção de piscinas de concreto armado, por exemplo,  devem ser adequados às exigências e especificidades dessa aplicação. De acordo com a engenheira, o controle de qualidade deve ser rigoroso especialmente com relação à resistência do concreto armado e à execução da impermeabilização para garantir que não haverá vazamentos.

As piscinas são perfeitas para momentos de lazer, para fazer exercícios ou para relaxar, mas elas também podem ser perigosas, especialmente se você tiver crianças em casa. Por isso, invista em elementos de segurança como cercas, barreiras, lonas, escadas e busque dispositivos que garantam a segurança também dentro d’água!

 

Planejamento Financeiro

 

Ao escolher construir uma piscina, saiba que será um investimento considerável. Portanto, é fundamental que você se organize financeiramente para não precisar economizar em itens que garantem a segurança e qualidade do projeto. É preciso considerar que você também irá precisar de máquinas para escavar, entre outras ferramentas que estão “por fora” da piscina em si. Se você gastou no começo, é importante também pensar nos materiais que serão utilizados. 

 

Mão de obra qualificada

 

Garanta também que você irá conseguir contratar bons profissionais que darão todo o suporte e consultoria do que é fundamental para construir uma piscina linda e segura. Independente do modelo, é vital a presença de um especialista, responsável pelo projeto, e de licenças que devem ser previamente emitidas pela prefeitura ou companhia de saneamento.

E, por fim, mas muito importante, deixe reservado um fundo para eventuais problemas inesperados. Sabemos que quando o assunto é construção, surpresas podem aparecer. Você pode até gastar um pouco mais com um especialista, mas vai evitar gastar dinheiro no futuro para reparar os danos causados pela instalação incorreta.

Cuidados que não são opcionais

Impermeabilização

 

A vida útil, a qualidade e a segurança de uma piscina estão diretamente associadas ao sistema de impermeabilização. Por isso, após a concretagem, a estrutura deverá ser impermeabilizada com alguma solução flexível, capaz de acompanhar as pequenas movimentações que ocorrem na estrutura.

Entre os sistemas mais utilizados estão as mantas asfálticas e as membranas de poliureia e poliuretano. Independentemente da solução escolhida, antes da impermeabilização a superfície deverá ser submetida à limpeza e regularização, processos que envolvem uma série de detalhes que precisam seguir a norma ABNT para garantir que o projeto seja bem executado. Novamente, somente uma mão de obra qualificada pode te ajudar com esses pormenores. 

Temos um conteúdo completo falando mais sobre Impermeabilização de Piscinas.

Manutenção periódica

 

E não é novidade que boas práticas de manutenção em todas as etapas de execução da piscina e depois de pronta prolongam sua vida útil e previne possíveis problemas. Ainda assim, como ocorre com qualquer estrutura, atividades de manutenção preventiva devem ser previstas para preservar a vida útil da estrutura.

Controle de pH, produtos químicos para a manutenção, periodicidade de aspirações e outros pontos precisam ser continuamente cuidados!

Faça o investimento valer a pena!

Por fim, é importante ressaltar que a construção de uma piscina, quando bem-feita, valoriza o imóvel. Por isso, considere sua obra como um investimento, e não como um gasto.

Optar por um projeto paisagístico mais elaborado, que realce a beleza ambiente pode ser interessante! Além de tornar a área da piscina ainda mais bonita e relaxante, pode elevar ainda mais o preço do imóvel, contribuindo para sua valorização.

Mas lembre-se, também precisamos garantir que além de lindo seja um ambiente seguro para todos que irão desfrutar desse lazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *