Dicas

Piscinas com gerador de Cloro, já ouviu falar?

Uma alternativa inovadora no tratamento de água da piscina, o gerador de cloro é capaz de transformar o sal em cloro por meio de um processo químico.

Além de economia e praticidade, o gerador de cloro funciona como uma pequena usina que produz o cloro para que a água de uma piscina fique própria para o banho.

Como funciona um gerador de cloro para piscina?

Por meio de um processo químico chamado de eletrólise, o gerador de cloro nada mais é do que uma forma de automatizar o tratamento da água de sua piscina gerando Hipoclorito de sódio (cloro) através da introdução do sal na água da piscina.

O Gerador é um produto que pode ser considerado um investimento, devido ao preço do sal ser menor do que o do cloro tradicional logo é possível recuperar o valor do gerador de cloro.

Processo de eletrólise de sal para tratamento de piscina:

A eletrólise faz referência à mudança de estado por meio de uma corrente elétrica em um sistema líquido. Esse meio líquido pode ser uma solução iônica (eletrólise aquosa) ou um composto iônico fundido (eletrólise ígnea). O que há em comum entre os dois tipos de eletrólises é a presença dos íons.

Então, sucede uma separação das moléculas de cloreto de sódio (NaCl), dando origem a um cloro natural.

*O gerador de cloro é instalado na casa de máquinas e todo o processo ocorre apenas dentro do gerador de cloro, ou seja, não oferece nenhum risco aos banhistas.

Adiciona-se sal comum à água da piscina na proporção de aproximadamente 3 a 4 gramas por litro de água;

Uma vez dissolvido, aplica-se uma corrente eléctrica (gerada pelo painel elétrico) na célula de eletrólise, convertendo o sal em cloro e, portanto, obtendo assim o produto desinfetante necessário para a água da piscina, que destrói todos os microrganismos que possam existir na mesma;

Depois do cloro ter cumprido a sua função como agente desinfetante, volta a tornar-se sal, pois a concentração de sal permanece constante e só é preciso fazer reposições devido à perda que se produz como consequência, por exemplo, das lavagens do filtro ou transbordo da piscina pelo ladrão devido às chuvas. Nestes dois casos parte do sal vai embora com a água que sai da piscina.

Principais Vantagens do Gerador de Cloro:

Comodidade: Produz cloro de forma automática

Basta instalar o dispositivo na casa de máquinas, adicionar o sal na água e ligar. Ele produz de forma autônoma a quantidade necessária para eliminar microrganismos.

Não precisa se preocupar com a troca de pastilhas ou medir quantidade de cloro. Pois o aparelho detecta quando o sal precisa ser reposto, analisando a quantidade de cloro presente na água e avisando.

 

Ecologicamente correto: Elimina a aplicação constante de cloro tradicional

Sendo gerado a partir de um mineral natural, não polui, não deixa resíduo e evita a utilização de químicos.

 

Segurança: Evita manuseio de cloro e elimina a possibilidade de dosagem errada de cloro tradicional

Você não precisa colocar as mãos no produto final, o gerador de cloro faz todo o trabalho. Nada de contato com produtos químicos que agridem sua pele ou podem causar acidentes. Sem contar que você não precisa ser um expert em manutenção para limpar sua piscina.

 

Pureza: Impede a formação de algas

Sem errar na dose, você terá a garantia de desfrutar de uma água sempre livre de impurezas e pronta para uso, mantendo a água da piscina sempre limpa, saudável e cristalina;

 

Saúde: Sensação de banho agradável para o usuário

Pele menos ressecada; Não irrita os olhos; Produto ecológico, sem cheiros fortes, não danifica os cabelos e roupas de banho

 

Economia: Pode ser visto como um investimento

Apesar de o custo inicial ser um pouco mais alto, o retorno vem rápido devido ao fato de o sal somente precisar ser reposto em pequenas quantidades, pois só haverá perdas nos processos de lavagem de filtros ou quando chuvas intensas provocarem o transbordo da piscina pelo ladrão. Assim, de tempos em tempos, será necessário repor 10% a 30% do total exigido, que são apenas 3 a 4 gramas de sal por litro de água. Outra forma de economizar é na compra de kits de medição, pois o equipamento já faz isso pra você.

 

Versátil: Compatível com qualquer tipo de piscina

Independentemente de sua piscina ser de vinil, fibra, alvenaria ou concreto, você poderá utilizar este sistema. Como já foi dito acima, ele é instalado em um compartimento externo, ligado diretamente na tubulação por onde passa a água para ser filtrada.

Desvantagens do Gerador de Cloro

Mas é claro que não existem apenas vantagens:

 

Corrosão: o alto nível de salinidade faz com que materiais de metal ou galvanizados entrem em corrosão mais rapidamente.

A solução para esse problema é a utilização de materiais mais resistentes à corrosão, como por exemplo, o aço 316;

 

Nível de cloro: o gerador de cloro garante uma água mais suave, já que seu cloro é produzido naturalmente. Como resultado, quando os níveis de cloro estão muito altos não somos capazes de perceber e isso pode afetar a piscina, os dispositivos e o próprio equipamento. Para que isso seja evitado, basta conferir os níveis de cloro semanalmente;

 

Custo: o gerador de cloro requer um investimento inicial maior e a célula, componente do equipamento, dura de 4 a 8 anos precisando ser substituída. Além disso, o gerador de cloro precisa estar em trabalho contínuo para manter a qualidade da água, isso traz acréscimos na conta de energia;

 

Piscinas aquecidas: Em certos casos a mistura de água + cloro + sal pode danificar o aquecedor da piscina. Antes de montar um gerador de cloro em uma piscina aquecida é preciso verificar se o aquecedor da piscina é compatível com o uso de geradores de cloro.

 

Pode gerar Incrustações: A limpeza da piscina precisa ser feita com mais regularidade. O processo de transformação de sal em cloro traz mais calcário para a água, o que acelera o processo de corrosão na piscina. Por isso a importância da limpeza.

Recomendações

São inúmeras as vantagens em utilizar um gerador de cloro no tratamento de piscina. Mas antes, é preciso entender como esse equipamento funciona, onde será instalado e os resultados que serão obtidos.

Para que sua piscina não fique salgada, opte por geradores de cloro que trabalham com baixa concentração de sal na água (abaixo de 4 gramas / litro de água ou seja 4000 PPM). Assim, além de evitar que a água fique salgada, o problema de corrosão das peças de metal da piscina também será bem menor.

Lembre-se também de fazer sempre a escovação das escadas e aspiração, pois o gerador de cloro pode deixar um pó fino no fundo da piscina.

Fique atento ao modelo e tamanho de piscina que vai instalar o equipamento, pois ele irá variar de acordo com o volume de água. E sempre contrate um profissional especializado para realizar a instalação do dispositivo. Saiba que qualquer falha poderá comprometer a limpeza da sua piscina, assim como seu funcionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *