As diferenças entre Aço Inox 316 e 316L nos projetos de piscinas

Se você é lojista, construtor, projetista, arquiteto ou está de alguma forma relacionado à projetos de piscinas e quer saber quais as diferenças entre o Aço Inox 316 e 316L, este artigo é para você!

Os dispositivos para piscinas em Aço Inox ganharam espaço entre os lojistas, projetista e arquitetos da área de piscinas não só pela estética, mas pela característica do Aço Inox de maior durabilidade em comparação com outros materiais.

No entanto, os processos de manutenção de piscinas têm mudado e atualmente é imprescindível entender como essas mudanças podem afetar a durabilidade dos produtos em Aço Inox.

As características dos produtos em Aço Inox

De acordo com a Associação Brasileira do Aço Inoxidável (ABINOX), o Aço Inox é um tipo de Aço com uma composição química balanceada para ter uma melhor resistência à corrosão. Os produtos em Aço Inox, possuem características favoráveis ao manuseio, industrialização e manutenção. Tem uma aparência higiênica somada à um forte apelo visual, remetendo à prestígio, modernidade e leveza. Além disso, é reciclável, de fácil armazenamento e não sofre transformações físicas, químicas ou biológicas, preservando as características do Aço Inox.

Para ser classificado como um produto em Aço Inox, o Aço deve ter pelo menos 10,5% de cromo em sua composição, porque é este o componente que proporciona a resistência à corrosão do Aço (Inox), pois ao passo que entra em contato com o oxigênio, produz uma espécie de película protetora sobre o mesmo, que é capaz de se refazer quantas vezes forem necessárias.

Porém existem diversas formulações no mercado de dispositivos para piscinas para os produtos em Aço Inox, o que significa que nem todo Aço Inox têm as mesmas características e principalmente, a mesma durabilidade ou resistência a determinados agentes.
Portanto, seguem algumas informações relevantes para guiar sua escolha ou a do seu cliente, em relação aos produtos em Aço Inox   

Aço Inox: Composição e Famílias

As principais famílias são Aço Inox Austeníticos, Ferríticos e Martensíticos. Entretanto, neste artigo vamos focar na família dos Aço Inox Austeníticos, pois é nesta família em que se encontram os Aços Inox 316 e 316L, utilizados nos projetos de piscinas. Todavia, se você quer se aprofundar no assunto, pode encontrar mais informações aqui.

O Aço Inox Austenítico é uma composição de aço que possui ferro, cromo e níquel. Faz parte da família com característica do aço inox que melhor resiste à corrosão quando comparada com a dos Ferríticos e Martensíticos. Ademais é um material com baixa permeabilidade magnética, o que reforça ainda mais a sua resistência. Portanto é altamente recomendado nos projetos de piscinas, promovendo uma vida útil mais longa dos produtos em aço inox e ajudando a prevenir gastos com manutenção de piscinas no curto prazo.

Se quiser ler mais sobre Boas práticas para Limpeza e  Manutenção de Piscinas, temos um artigo explicando os tipos e fatores impactantes na vida útil das piscinas

Diferenças entre as características do Aço Inox 316 e 316L

Uma vez que você já se inteirou das características do Aço Inox e percebeu que os Austeníticos são os mais resistentes, chegou o momento de escolher o mais adequado para seus projetos de piscinas ou para os dispositivos de piscinas que você está buscando.

Os mais conhecidos no mercado de piscinas são o Aço Inox 304 / Aço Inox 304L / Aço Inox 316 e Aço Inox 316L. Todos são resistentes à corrosão, porém o Aço Inox 316 possui um elemento químico em sua composição que o torna mais resistente em comparação ao Aço Inox 304 e o Aço Inox 304L: o molibdênio. Os produtos em Aço Inox com esta composição deve suportar inclusive a água do mar.

Por fim, a característica do Aço Inox 316L, sendo o mais resistente de toda a família, tem também uma composição com menos carbono do que os demais, o que o previne da corrosão intercristalina ou intergranular, que é aquela que ocorre nos contornos do grão (do Aço).

Além de ser mais durável e resistente, o Aço Inox 316L contribui para a preservação do meio ambiente pois usa menos carbono em sua composição.

Aqui na Cristal Led Inox, utilizamos na nossa fabricação os produtos em Aço Inox 316L. Temos uma formulação exclusiva, que garante ainda mais a vida útil de nossas peças, com um processo de polimento super criterioso, que proporciona maior proteção e um acabamento impecável. Além de oferecermos 2 anos de garantia.

Relação entre o tipo de Aço Inox e a limpeza e manutenção de piscinas

Em busca de opções mais saudáveis ou apenas diferentes, o mercado encontrou soluções que preservam os usuários das piscinas e o meio ambiente mas nem sempre fazem o mesmo com os dispositivos para piscinas e refletores. Um exemplo disto são os geradores de cloro e o tratamento com ozônio. Fortes tendências usadas em projetos para piscinas novas ou até em reformas.

O sal, usado nos geradores de cloro e o ozônio (composto por oxigênio), podem diminuir a vida útil de alguns tipos de material, como o ABS e os produtos em Aço Inox (dependendo da sua composição).

Portanto, dê preferência aos produtos em Aço Inox 316L. Pois mesmo que você não use ou não pense em usar nenhum desses tratamentos para limpeza e manutenção de piscinas, futuramente você pode mudar de ideia. E, caso isso aconteça, não precisará investir na troca desses produtos!

Fontes: Arinox / Abinox

Vazamento em piscina de alvenaria? Saiba como agir!

Se você desconfia que sua piscina de alvenaria está com vazamento e não sabe o que fazer, leia esse artigo e encontre dicas completas e objetivas.

Primeiramente você precisa descobrir se existe realmente um problema de vazamento na sua piscina de alvenaria. Siga as dicas a seguir:

Descubra se é vazamento ou perda natural

Você pode aplicar uma fita no nível da água e em 24 horas sem chuvas conferir a quantidade perdida. Se a baixa for de até 3mm, à primeira vista, não é motivo para preocupação. Afinal, em média, uma piscina deve perder cerca de 0,5mm por dia. Porém fatores como calor excessivo, dias muito secos, aquecimento demasiado da água, assim como agitação anormal (principalmente se a piscina tiver bordas infinitas e cascatas) podem influenciar na medição, ainda mais se ocorrerem ao mesmo tempo.

Mas se você tiver um vazamento de mais de 3mm, o próximo passo será procurar a possível causa dele.

É vazamento, por onde começo?

  1. Cheque o funcionamento dos equipamentos da piscina. Ao mesmo tempo esteja atento à possíveis regiões com mais umidade. Com a bomba em funcionamento, repare se há presença de bolhas de ar na água que retorna da bomba, afinal este pode ser um indício de que o vazamento está no sistema de filtração.
  2. Se ainda assim não foi possível identificar a origem do problema, tente usar corante alimentício ou tinta específica para detecção de vazamentos. Aplique com uma seringa nas áreas que você desconfia que o vazamento possa estar, pois caso a tinta seja sugada muito rapidamente, é um forte indício de que o vazamento está por ali.
  3. Você também pode deixar a piscina vazar para ver a que nível chega. Igualmente à sugestão anterior, essa é mais uma tentativa de detectar a origem do problema. Usualmente, a fonte do vazamento está nos canos de aspiração, retorno, filtros, grades ou luminárias. Entretanto, pode estar também nas paredes ou no piso.

Quais são as soluções presumíveis?

Logo depois de fazer os testes e identificar possíveis problemas, você já terá informações relevantes para escolher um bom profissional da área para lhe propor a melhor solução.

  • Simples e rápido:

Em suma, se ao aplicar o teste 3 o vazamento parar no nível dos canos, filtros, bomba ou aquecedor, este profissional especializado vai detectar qual a gravidade do problema. Frequentemente basta um simples conserto ou troca de peças para eliminá-lo.

  • Com equipamento especializado:

Entretanto, se o nível da água baixa dos canos, a questão pode ser mais séria, logo ele  tentará encontrar a origem do vazamento, que pode ser estrutural. Para isto usará equipamentos precisos de detecção, como testes com ar pressurizado (que desloca a água até encontrar o vazamento) ou o teste de ultrassom.

No entanto, em alguns casos, mesmo após inspeção, não se encontra o ponto de vazamento. Em conclusão, isso pode ter uma causa: falha na impermeabilização, também conhecida como vazamento por microporosidade. Frequentemente ele ocorre através do piso e paredes.

Uma solução seria a aplicação de um produto especial na água da piscina, capaz de vedar os pontos de perda. Normalmente ele é composto por minerais cristalizantes e age de maneira capilar, se depositando automaticamente nas fissuras que causam o vazamento. É atóxico e portanto pode ser aplicado por qualquer pessoa. A técnica, igualmente conhecida como cristalização, costuma ser eficiente, pois acaba com o vazamento definitivamente em mais da metade dos casos.

Mas fique atento, pois o uso desse método requer o acompanhamento do nível de acidez da água, que não pode fugir do valor considerado neutro (pH 7,0). Se isso ocorrer é porque o processo de cristalização não funciona.

  • Mais complexos:

Entretanto, se a cristalização não acabar com o vazamento, existem outras formas de solucionar o seu problema na piscina de alvenaria:

  1. Retirar o revestimento e azulejos para aplicação de produtos que vedem a caixa de concreto. Em seguida os azulejos são recolocados;
  2. Substituir o revestimento em azulejo por um bolsão de vinil ou tanque de fibra.

Escolha seu profissional ou empresa especializada

Uma vez que você já sabe quais são as suas opções, entre em contato com empresas especializadas em vazamentos e consiga uma solução definitiva para o seu problema. Lembre-se de que ao contratar uma pessoa ou empresa experiente e comprometida, você terá consequentemente um reparo bem executado, bem como garantias.

Igualmente importante é ressaltar que é preciso contar com profissionais qualificados e especializados na área de piscinas desde o planejamento dela, pois um projeto bem planejado, bem executado e que integra todas as etapas, deve prevenir problemas como os de vazamento por bons anos.

Fonte: Piscinas.com / Tile Doctor / Pool Rescue / Geofotec